Prefeitura de Viana faz justa homenagem a famoso educador do município

Nesta sexta-feira (12), às 9h, a Prefeitura de Viana faz o lançamento oficial do decreto que cria a Unidade Escolar Professor Paulo Fernandes Salgado, no antigo prédio da Escola CAIC, onde estava funcionando um anexo com salas da escola Luís Carlos Pereira. Devido à grande quantidade de alunos, a administração Carrinho Cidreira resolveu pintar a escola, limpar e criar uma nova instituição.

A escolha do nome foi uma solicitação da própria comunidade escolar como forma de homenagear o professor que tanto contribuiu para a formação de jovens vianenses.

O educador – Paulo Fernandes Salgado, o Paulo Carteiro, nasceu no dia 14 de novembro de 1933, na Rua Coronel Campello, em Viana, na tradicional residência da Família Salgado, filho do conhecido carteiro vianense João Salgado e da costureira Margarida Fernandes Salgado. Foi casado com Raimunda Serra Salgado com quem teve três filhos: Raimundo do Desterro Serra Salgado, Cidália de Jesus Serra Salgado e Áurea Lúcia Serra Sal Tornou-se guardião de outros, contabilizando um total de oito filhos. Iniciou seus trabalhos na área da educação no final dos anos 60, como professor leigo. Concluiu o curso de magistério em meados da década de 1970, para então formalizar a profissão de professor. Logo após, fundou a Escola São Jorge que mais tarde foi municipalizada pelo então pelo Prefeito da época, Walber Duailibe, e passou a ser chamada Escola Municipal São Jorge. A mesma iniciou seu funcionamento nas dependências do prédio da União Operária Vianense da qual era tesoureiro, localizada a Rua Antônio Lopes, onde hoje funcionam as instalações da casa do piso, que mais tarde deu origem a Unidade Escolar Manoel Soeiro.

Também ministrou aulas de língua portuguesa e matemática no Seminário São José de Formação de Padres, nesta cidade de Viana. Ficou bem conhecido pela sociedade da época por ser um grande educador, que contribui significativamente para formação de vários ilustres vianenses, e até hoje é lembrado pelo seguinte ditado: “quem não aprende com Paulo Carteiro não aprende com ninguém”. Faleceu aos 54 anos de idade por insuficiência renal, em São Luís, deixando uma herança preciosa para a família que até hoje conserva o “sacerdócio” de educar, pois vários filhos e netos são professores.

A homenagem é parte da política da administração Carrinho Cidreira de resgate da enorme tradição cultural e intelectual do município de Viana e da prioridade à educação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.