Oposição de Morros se desespera e ataca estabelecimento privado para atingir o gestor municipal. O povo não cai nessa!

Toda oposição a qualquer governo é legítima. Vivemos em uma Democracia. O pensamento discordante é livre para qualquer cidadão que queira exercer seus direitos. Até aí, tudo bem!

Mas, o que vem fazendo a oposição chucra na cidade de Morros, é digno de pena, ou por que não dizer: “Pequenos homens”, abobalhados, que cresceram com a inútil capacidade de fazer aquela velha política; “Farinha pouca, meu pirão primeiro”. E assim, seguem enganando a confiança do povo.

Este, é o caso de um vereador morruense apelidado de “Cuí”, que foi impedido de realizar um evento em público, como determina um decreto municipal que proíbe aglomerações. Ele por ser um representante da sociedade na Câmara, deveria dar exemplo. “Meu paredão não vai parar, eu sou vereador”, gritou ele para um policial. A Polícia parou.

Aí, o Vereador Cuí, resolveu dar um último ato da sua babaquice extrema no fim de semana passado. Foi até um bar privado, bêbado, acusou o proprietário do estabelecimento de lavar dinheiro do atual prefeito. Não apresentou provas, incomodou clientes ao gravar vídeo com o seu celular e na sua “pequenez”, o parlamentar foi em suma, estúpido!

O Bar em questão, segue as mesmas normas vigentes do município, como qualquer outro estabelecimento em funcionamento na cidade. Ao querer intimidar com carteirada um ambiente privado, o tal vereador Cuí, só demonstra que não entende de leis e nem do seu papel como representante da população.

O povo não cai nessa! E que as viúvas do poder aprendam: “Cuí nos olhos dos outros, não é refresco”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.