Conheça a trajetória política de Kellyane Calvet, candidata a Deputada Federal

Carismática e destemida, Kellyane Cunha Calvet é parte da história do município de Bacabeira, local onde acompanhou, ainda na infância, a luta de seu pai, o ex-prefeito José Reinaldo da Silva Calvet, na emancipação do então povoado de Rosário que logo conquistaria sua independência administrativa.

Nascida em 24 de fevereiro de 1983, mãe da Valesca, do Justino e da Maria Clara, casada com o empresário Germano Junior, Kellyane é graduada e pós-graduada em administração estratégica e MBA (Master of Business Administration) em gestão de pessoas.

Com o sangue da política correndo nas veias, Kellyane disputou, em 2016, sua primeira eleição para o cargo de Vereadora, conquistando seu primeiro mandato parlamentar com 322 votos pelo então Partido da Mulher Brasileira (PMB).

Naquele pleito, Kellyane foi a única mulher eleita para a Câmara Municipal de Bacabeira, com expressiva votação – para quem disputava pela primeira vez – obtendo mais votos que outros três vereadores eleitos.

Seu mandato foi marcado por uma atuação arrojada em prol da população, especialmente em favor das mulheres. Única voz feminina da legislatura 2017/2020 Kellyane manteve posições firmes durante aquele mandato, muitas vezes contrariando interesses dos que se julgam poderosos.

Considerada a vereadora mais atuante do parlamento, Kellyane apresentou diversas proposições importantes na Câmara de Bacabeira. Uma delas foi a criação do Centro de Referência de Atendimento a Mulher (CRAM).

Para além das proposições, a então Vereadora exerceu com afinco o principal papel de um parlamentar – que é Fiscalizar as ações do poder executivo. Ao exercer com excelência esta tão importante prerrogativa, Kellyane foi vítima dos mais baixos ataques e retaliações por aqueles que se sentiam incomodados com sua disposição, o que mais tarde seria facilmente percebido na tentativa indecorosa de lhe impedir o alcance de um segundo mandato.

Ousada, audaz e perseverante, Kellyane decidiu, em 2018, se candidatar ao cargo de deputada estadual. Experiência que lhe permitiu conhecer todas as regiões do Maranhão e principalmente os problemas do estado, inclusive aqueles relacionados a Educação, área em que ela também milita.

Suas visitas em lugares pobres do estado lhe fizeram perceber, ainda mais, o quanto a política é instrumento importante para mudar e melhorar a vida das pessoas. Olhares tristes, mas, sobretudo esperançosos lhe motivaram a seguir naquela caminhada.

Filha de Bacabeira, Kellyane foi a candidata a deputada estadual mais bem votada na cidade, obtendo mais de dois mil (2.000) votos dos eleitores bacabeirenses, desbancando inclusive, o candidato apoiado pelo governo municipal que recebeu bem menos votos, apesar do uso indevido da maquina administrativa.

Mesmo não tendo conquistado a vaga pretendida, o feito relevante daquele resultado eleitoral de 2018 na cidade, fez Kellyane sair maior do que entrou na disputa e pronta para uma nova batalha nos anos seguintes.

Buscando consenso e com o objetivo de organizar uma frente ampla de oposição, Kellyane abriu mão de candidatar-se ao cargo de prefeita de Bacabeira em 2020 e dedicou apoio ao então candidato, o ex-prefeito Venancinho, que mesmo não vencendo a eleição, obteve quase cinco mil (5.000) votos voluntários da população, apesar dos métodos nada republicanos implantado na cidade pelos adversários para ganhar eleição.

Como candidata a Vereadora, Kellyane conquistou expressiva votação na eleição de 2020 e obteve cerca 340 votos pelo PL. Porém, não venceu aquela disputa, mesmo tendo mais votos que outros 5 vereadores eleitos com votação inferior, em razão do método de distribuição de cadeiras na Câmara que leva em consideração o coeficiente eleitoral que o partido deve alcançar.

As investidas para esvaziar o partido da então candidata foram ferozmente implementadas com o objetivo único de lhe impedir conquistar um segundo mandato na Câmara de Bacabeira, o que fez com que a atual legislatura fosse composta unicamente por parlamentares homens, deixando as mulheres sem representatividade.

A proposito, na história do legislativo bacabeirense foi a primeira vez que nenhuma mulher foi eleita para o cargo de Vereadora, com exceção da primeira eleição em 1996.

Depois da ultima eleição municipal, sem depender do mandato para sobreviver, Kellyane decidiu tirar um ano sabático para dedicar-se exclusivamente a família e aos negócios. A pequena Maria Clara agradeceu! E o trabalho nas atividades profissionais também expandiu.

Os projetos sociais sempre permearam sua vida e por compreender a política como instrumento de transformação social, Kellyane decidiu retomar a agenda política e está pronta para um novo e mais um desafio. Hoje com muito mais maturidade e filiada a um novo partido, aceitou o convite do “UNIÃO BRASIL” para entrar na disputa por um cargo parlamentar.

Como todo bom brasileiro e brasileira que não desiste nunca e fazendo jus ao trecho do hino nacional brasileiro onde diz: “(…) veraz que um filho teu não foge a luta…” Kellyane não se permitiu negar o convite ou fugir do bom combate. Com uma trajetória política nobre e coerente, ela segue em sintonia com o povo e seus anseios, e anunciou com coragem e disposição que é pré-candidata ao cargo de DEPUTADA FEDERAL.

“Conto com o povo do nosso querido Maranhão e me sinto honrada e motivada pelo apoio da população da nossa tão amada Bacabeira. Seguiremos juntos e convictos que sairemos vitoriosos. Vamos pra cima, por que o maranhão não pode parar”, enfatizou Kellyane.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.