DEPUTADA DETINHA USA TRIBUNA NA ASSEMBLEIA PARA DESABAFAR FALTA DE APOIO DA CASA LEGISLATIVA EM RELAÇÃO Á INVASÃO DO GAECO Á SUA RESIDÊNCIA

A deputada estadual Detinha usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão para manifestar sua tristeza em relação a ausência de empatia pelo modo em que ela e seus filhos tiveram sua privacidade invadida e pelo constrangimento que passaram após uma operação infundada da GAECO (Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas) no último dia 6 de outubro deste ano. Detinha, declarou que foi surpreendida ainda na madrugada por homens fortemente armados, drones, helicópteros e outros equipamentos que a fez por um instante parecer que estava em um filme de ação, e que a mesma se encontrava ainda com roupa de dormir.
“Eu tinha certeza de que eles estavam informados de que só estávamos nós ali, naquele momento e mesmo assim, disseram que eu tinha que abri, senão derrubariam a porta da minha casa. Levaram o que devia e o que não devia”, destacou a parlamentar.
Detinha, deixou clara sua indignação pela omissão da Casa Legislativa, questionou o “sigilo” da ação, já que, os maiores meios de comunicação do estado já estavam na porta da sua casa, registrando tudo. “Eu confesso para vocês que esperei apoio, alguma coisa, meu presidente, também dessa casa, porque nós temos bons advogados. Todos nós conhecemos nossos direitos e deveres. O que aconteceu comigo pode acontecer com qualquer um, foi realmente uma falta de respeito”, desabafou Detinha.
Após o pronunciamento a deputada mais bem votada e uma das mais atuantes, recebeu o apoio dos deputados Wellington do Curso; Vinícius Louro; César Pires e Socorro Waquim.
Vinícius disse que não tem dúvidas da omissão da ALEMA neste caso e que se colocou no lugar da Detinha, imaginando sua mãe ou qualquer outra mulher da sua família passando por uma situação dessas.
“Esta casa se omitiu de fazer uma nota a situação que aconteceu na residência da deputada. Mas a nossa solidariedade é para mãe, para a política, por aquela mulher organizada, direita e integra que sabemos que ela é. Foi uma operação que trouxe muita estranheza não só pelo fato do que ocorreu e como ocorreu, mas principalmente por ela ser a esposa do deputado federal Josimar Maranhãozinho que é o nosso líder maior dentro do PL. A nossa manifestação foi justamente pela forma e o modus operandi que uma deputada destacada foi tratada”, expressou o parlamentar
Apesar de todas as chateações sobre esta ação, Detinha, sempre humilde agradeceu aos colegas deputados que a apoiaram hoje e disse que sempre acredita na justiça de Deus e que ela foi feita.
“Hoje tive a liberdade de subir e contar o que aconteceu e da vitória que Deus nos deu. Quero levantar esse troféu que o Senhor nos deu, pois nos sentimos de alma lavada. Ele sabe de todo o nosso trabalho, meu e do meu esposo Josimar, desde que fomos eleitos prefeitos e tudo o que vimos fazendo até aqui pelo povo maranhense. O Maranhão realmente tem um homem, tem uma mulher, um casal de deputados que eles elegeram historicamente o casal mais bem votado e quero dizer que todos podem esperar que estaremos sempre à disposição para trabalhar independente de qualquer perseguição”, finalizou Detinha com serenidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.